Menu

Logo_PT

Energia

Energia

Header-Energia

Que conceito representa essa palavra tão versátil? Em quantas situações diferentes a palavra energia é empregada! É usada tanto para  designar o que está em jogo na queima de um combustível como para explicar uma elogiável atitude de alguém.

Houve um tempo em que a ciência era objeto de estudo dos filósofos. Platão, em seu diálogo “Teeteto”, faz a pergunta: “O que é ciência?” E conclui ser a ciência a “posse da verdade”. Em seguida, seu discípulo Aristóteles diz que a ciência começa com a percepção sensorial e termina com o conhecimento intelectual.

Por um longo período, Ciência e Filosofia andam juntas, sendo a primeira objeto da segunda. A mais nítida distinção entre conhecimento científico e conhecimento filosófico surgirá mais tarde, no Renascimento, com a constituição de uma ciência que reivindicará para si a exclusividade do quantitativo e do experimental.

Seja através do uso da ciência ou da prática da filosofia, faz parte da constituição do ser humano indagar os porquês dos fatos que observa. E, nessa busca por uma resposta, uma urgência tão antiga quanto atual, a contribuição dos filósofos clássicos não é menos importante que a dos cientistas da atualidade.

Analisando a evolução dos conceitos, ao longo da história da ciência, verificamos como o ser humano evoluiu nessa busca. O conceito de universo, por exemplo, é muito diferente daquele pensado pelos antigos. Ou ainda o conceito de célula, que era vista como uma cela fechada e se transformou em elemento de integração dos tecidos e órgãos; ou do átomo, que passou de indivisível para uma infinidade de subpartículas. Essa evolução atesta o caminho percorrido pelo ser humano na sua busca por respostas.

O conceito de energia, talvez mais do que todos os outros, sintetiza essa busca, por conter em si a ideia de constância em meio à mudança e de unidade face à multiplicidade; ao mesmo tempo causa e efeito. E, nos tempos atuais, parece que a humanidade toda se voltou para esse conceito. Energia se tornou uma palavra de múltiplos usos, tanto no senso comum quanto no meio científico, e seu estudo foi incluído em muitas disciplinas, tornando-se assim familiar a todos.

Analisando a evolução dos conceitos, ao longo da história da ciência, verificamos como o ser humano evoluiu nessa busca. O conceito de universo, por exemplo, é muito diferente daquele pensado pelos antigos. Ou ainda o conceito de célula, que era vista como uma cela fechada e se transformou em elemento de integração dos tecidos e órgãos; ou do átomo, que passou de indivisível para uma infinidade de subpartículas. Essa evolução atesta o caminho percorrido pelo ser humano na sua busca por respostas.

O conceito de energia, talvez mais do que todos os outros, sintetiza essa busca, por conter em si a ideia de constância em meio à mudança e de unidade face à multiplicidade; ao mesmo tempo causa e efeito. E, nos tempos atuais, parece que a humanidade toda se voltou para esse conceito. Energia se tornou uma palavra de múltiplos usos, tanto no senso comum quanto no meio científico, e seu estudo foi incluído em muitas disciplinas, tornando-se assim familiar a todos.

Energia-imagem03c

Em Biologia, por exemplo, energia é a peça fundamental para a sobrevivência dos seres vivos bem como para o equilíbrio de seu habitat. Em História, percebemos que a energia é determinante na evolução do modo de vida da sociedade que, numa visão da tecnologia, se tornou sinônimo de desenvolvimento. A Geopolítica, hoje, analisa a divisão dos espaços geográficos e políticos segundo a disposição dos recursos energéticos. E a Ecologia, por sua vez, alerta para que haja uma opção por formas limpas de energia, que não agridam a natureza. Na Física, as interações fundamentais da natureza são estudadas à luz da energia. Assim, cada disciplina, dentro da sua lógica específica, contribui com uma faceta desse conceito. Cada uma tratando o tema, dentro de seu contexto e segundo a sua razão.

Em Mileto, na Grécia antiga, um discípulo de Tales, chamado Anaximandro, dizia que o nosso mundo, o nosso “edifício cósmico”, é derivado de uma substância não perceptível chamada de apeíron, o ilimitado, em grego. Essa substância teria existência antes da separação dos  contrários e representaria a unidade primitiva de todos os fenômenos da natureza. Um pouco depois, em Éfeso, ainda na Grécia, Heráclito, instigado pela observação de que “tudo muda” (panta rhei, em grego), ou de que tudo está em movimento, deu um salto filosófico dizendo que: “Deve haver algo invariante no universo, que não muda nunca.” Este algo seria um elemento etéreo que une todas as coisas e pode se transformar nos objetos que vemos. Essa substância, ele chamou de “fogo”.

Passados 2.000 anos, já no fim da Idade Média e início do Renascimento, retomando os pensamentos Clássicos, filósofos, como Leonardo da Vinci e Galileo Galilei, observaram que nada está parado, tudo o que está a nossa volta está em movimento. Esse movimento pode estar manifesto ou estar em estado latente. Portanto, tudo contém em si o que foi chamado por Leibniz de “vis-viva”, o movimento intrínseco. Aí começou o desenvolvimento da Mecânica enquanto ciência. Passando pela Revolução Industrial, uma verdadeira explosão na utilização de máquinas ocorreu graças à invenção da máquina a vapor. O objetivo era construir a máquina com rendimento absoluto, isto é, que transformasse toda a “vis-viva” do combustível em “vis-viva” de movimento útil. Mas parece que algo sempre se perdia nessa transformação. Isso levou à formulação do princípio da conservação da “vis-viva” por D’Alembert, no qual está o embrião da noção de energia mecânica: cinética e potencial.

Em fins do século XIX e início do XX, a evolução da ciência possibilitou um novo olhar sobre os fenômenos de transformação presentes na natureza. Um corpo luminoso emite radiação eletromagnética de um amplo espectro. Essas ondas eletromagnéticas interagem com a matéria fazendo suas moléculas vibrarem, aumentando assim sua temperatura; ou ainda, tal radiação pode “arrancar” os elétrons ao atingir o material, e estes, se forem devidamente conduzidos, geram uma corrente elétrica. Portanto, luz, calor, eletricidade e magnetismo são manifestações diferentes de uma mesma entidade, que também está presente em fenômenos mecânicos, químicos, gravitacionais e nucleares. E, para completar, Einstein nos dá uma surpreendente interpretação para a própria matéria com a fórmula e=mc2!

Quando, nessa busca incessante, tal entidade necessitou de uma palavra adequada para sua descrição, foi um texto de Aristóteles que a forneceu. Pelo que se conhece, foi ele quem usou a palavra “energeia” pela primeira vez. Energeia, em grego, é formada pelo prefixo “em”, que significa “dentro”, e pela palavra “ergon”, que significa “trabalho”. Sendo assim, energia seria o “trabalho que vem de dentro” ou ainda a “força de manifestação”. Em seu texto “Ética a Nicômaco”, após longo arrazoado, Aristóteles conclui:

O bem do homem nos aparece como uma atividade da alma em consonância com a virtude.”.

O bem do homem nos aparece como uma atividade da alma em consonância com a virtude.”.

Essa atividade da alma ele grafou em “primeira mão”: “psyches energeia”.

Assim vemos que a palavra, hoje muito empregada em inúmeras situações, foi trazida de um contexto mais amplo, o mais próximo daquele de “energia vital”. Como se sempre soubéssemos que tudo é energia.

Aristóteles – “Ética a Nicômaco” – Coleção os Pensadores, Editora Abril, 1984

“The Concept of Energy and its Early Historical Development”– R.B. Lindsay, Plenum Publishing Corporation, 1971

“Energia – Uma abordagem Multidisciplinar” – M.P. Burattini, Editora Livraria da Física, 2008

Textos Fundamentais da Física Moderna – Vol.1 – Princípio da Relatividade, Fundação Calouste Gulbenkian, 1971

Nosso Movimento

Nosso Movimento

Ver mais

Matérias relacionadas

Tripulantes da Nau Azul

Uma reflexão sobre como os pensamentos e ações da humanidade podem mudar o mundo

Tripulantes da Nau Azul

Uma reflexão sobre como os pensamentos e ações da humanidade podem mudar o mundo

Olá, !

Seja bem-vindo à Home Interna do site da PRÓ-VIDA! Nesse ambiente você encontrará informações sobre o nosso movimento, como a agenda de atividades, notícias e conteúdos que possam ser do seu interesse.

Onde encontrar as atividades?

Você encontrará a agenda de atividades logo no início da home e, para ver todas as atividades já disponíveis, basta clicar em “Ver agenda completa”.

As atividades estão organizadas por idiomas, fusos horários, modalidades (presencial, on-line ou telepresencial) e categorias:

  • Semanas de BAS, AV1 e INT
  • Exercícios e Treinamentos
  • Palestras e Encontros
  • Níveis Avançados
  • CGD
  • Departamentos

Em quais atividades posso participar?

Você poderá participar de todas as atividades disponíveis, de acordo com o nível em que você se encontra. Elas são identificadas na agenda por uma tarja com a cor do nível, sempre do lado esquerdo do nome da atividade.

Nível Básico

Todas as segundas-feiras, estão disponíveis atividades on-line de Nível Básico. Elas acontecem em quatro idiomas (português, espanhol, italiano e inglês) e diferentes fusos horários.

Além delas, a partir do Nível Básico, você poderá participar em todas as atividades identificadas com as cores a seguir:

Semanas, palestras e exercícios destinados aos participantes dos Níveis Básico em diante.​

Aqui se encontram as atividades como convívio, comemorações e solenidades.​

Atividades realizadas pelos Departamentos da PRÓ-VIDA, como palestras, apresentações e estudos.​

Confira na agenda as próximas atividades e verifique o seu horário.

Nível Avançado 1

Quem ingressou no Nível Avançado 1 também tem disponíveis as atividades a partir desse nível:

Semanas, palestras, exercícios e encontros destinados aos participantes dos Níveis Avançado 1 em diante.​

Nível Introdução

A partir do Nível Introdução, também ficam disponíveis todas as atividades a partir desse nível:

Semanas, palestras, exercícios e encontros destinados aos participantes dos Níveis Introdução em diante.​

Atividade para todos os participantes da PRÓ-VIDA, a partir do Nível Introdução.​

Nível Avançado 2SC

A partir do Nível Avançado 2, as atividades deste nível também ficam disponíveis:

Semanas, palestras, exercícios e encontros destinados aos participantes dos Níveis Avançado 2SC em diante.​

Como navegar pelo site?

Navegue pelas demais páginas e conteúdos do site acessando a barra dourada superior ou o “menu hambúrguer” (≡), localizado no canto superior esquerdo.

Além de conteúdos e artigos sobre os mais variados temas, você poderá acessar algumas áreas importantes para sua participação nas atividades:

Atividades On-line: É o local por onde você acessará as atividade que serão transmitidas na modalidade on-line.

Área do Participante: Reúne diversas informações sobre o seu cadastro e o nível em que você se encontra na PRÓ-VIDA.

Precisa de ajuda?

Precisa de ajuda ou esclarecer alguma dúvida? Entre em contato com o nosso atendimento pelo e-mail secretaria@provida.net (para residentes no Brasil) ou foundation.secretary@provida.net (para residentes em outros países).

Modalidades das atividades PRÓ-VIDA

Presencial

Monitor na sede

Participantes na sede

A atividade é realizada ao vivo em uma das sedes da PRÓ-VIDA com a presença do monitor e dos participantes inscritos.

Telepresencial

Monitor remoto

Participantes na sede

A atividade é transmitida ao vivo de um dos estúdios da PRÓ-VIDA para diversas de suas sedes onde os participantes se encontram presentes. Ela permite a interação entre os participantes e o monitor.

On-line

Monitor remoto

Participantes on-line

A atividade é transmitida ao vivo de um dos estúdios da PRÓ-VIDA e permite a interação entre os participantes e o monitor em ambiente virtual.

Para saber mais sobre as modalidades, converse com um representante da PRÓ-VIDA pelo chat ou envie e-mail para: secretaria@provida.net (para residentes no Brasil) ou foundation.secretary@provida.net (para residentes em outros países).

SEG    SEX

22-26

NOV    NOV

Online

Semana de Avançado 1

PT

Será transmitido nos idiomas e horários locais:

PORTUGUÊS - COM INTERAÇÃO

Segunda a sexta-feira

às 20h30*

Hora de São Paulo

*A atividade tem duração aproximada de 3 horas.

Para saber como participar, clique abaixo.

SEG    SEX

06-10

DEZ    DEZ

Online

Semana de Introdução

PT

Será transmitido nos idiomas e horários locais:

PORTUGUÊS - COM INTERAÇÃO

Segunda a sexta-feira

às 20h30*

Fuso horário: (UTC-03:00) Brasilia

*A atividade tem duração aproximada de 3 horas.

Para saber como participar, clique abaixo.

Não serão feitas inscrições no fim de semana anterior à atividade, ou na semana em que ela acontece.

SEG    SEX

25-29

OUT    OUT

Online

Semana de Avançado 1

PT

Será transmitido nos idiomas e horários locais:

PORTUGUÊS - COM INTERAÇÃO

Segunda a sexta-feira

às 20h30*

Hora de São Paulo

*A atividade tem duração aproximada de 3 horas.

Para saber como participar, clique abaixo.

SEG    DOM

08-14

NOV    NOV

Online

Semana de Básico

PT

Será transmitido nos idiomas e horários locais:

PORTUGUÊS - COM INTERAÇÃO

Segunda a sexta-feira

às 20h30*

Sábado

às 14h30*

Domingo

às 10h00*

Hora de São Paulo

*A atividade tem duração aproximada de 3 horas.

Para saber como participar, clique abaixo.

*Para repetição oficial, participantes que estão retornando ou em R.A., em breve mais informações.

Requisitos técnicos indispensáveis

Gostaríamos de informar que, para a participação no Básico on-line, são indispensáveis os seguintes requisitos mínimos:

Computador (Windows/Mac)

Computador com câmera integrada ou conectada por entrada USB.

As atividades não poderão ser assistidas por nenhum outro dispositivo, tais como celulares, smartphones e tablets ou computadores com outros sistemas operacionais.

Especificações e Sistema Operacional

• Processador: Intel Core i3, i5 e i7 – 3100 Series , ou superior.

• Memória RAM: 4GB, ou superior.

• Sistema Operacional:

• Windows 7 com todas as atualizações, ou versão superior (somente 64 bits).

• MacOS 10.15 Catalina, ou versão superior.

Verifique as configurações de seu computador Windows clicando aqui.

Como verificar suas especificações no Mac? Clique aqui.

Fones de ouvido com microfone (headset)

Modelos homologados para uso com nossa plataforma.

Consulte a lista de headsets homologados:

Internet

Banda larga com conexão estável, com no mínimo 10MB de download e 4MB de upload.

Como verificar sua banda de internet? Clique aqui para testa-la.

* Os requisitos técnicos poderão ser atualizados. Acompanhe aqui eventuais alterações.

Fones de ouvido homologados

Marca

Modelo

Tipo

Bose

Quiet Comfort 35 Stereo

USB e Bluetooth

Dell

Pro Stereo Headset UC150

USB

Jabra

BLZ 2400 II

USB

Jabra

Evolve 20 MS

USB

Jabra

Evolve 75

USB e Bluetooth

Jabra

UC Voice 550a MS Mono

USB

JBL

Everest Elite 750NC Stereo

Bluetooth

Logitech

Headset H390

USB

Logitech

Stereo H650e

USB

Microsoft

LifeChat LX-3000

USB

Microsoft

LifeChat LX-6000

USB

Plantronics

Blackwire 320

USB

Plantronics

Blackwire 3220 Series

USB

Plantronics

Blackwire C220

USB

Plantronics

Audio 628 USB

USB

Samsung

USBC Headset

USB

Sony

WH-CH700N

USB

Sony

Headset Pulse 7.1

USB

Sony

WH-XB900N

Bluetooth

Atualização: 11.06.2021

Regras de conduta para prevenção da COVID-19

Uso de Máscaras

Cobrindo a boca e o nariz. Usar o tempo todo.
Evitar tocar a boca, o nariz e os olhos.

Distanciamento

Mínimo de 2 metros

Mãos

Lavar frequentemente ou higienizar com álcool em gel.

Etiqueta Respiratória

Ao espirrar ou tossir, proteger a boca e o nariz com o cotovelo, ou usar lenço descartável.

Sintomas

Se apresentar sintomas, ficar em casa e buscar atendimento médico.