2 de Julho de 1981

Um anão ou uma criança chega à Pirâmide de Quéops e diz: “Ou você me dá um sorvete ou eu derrubo a Pirâmide”. Aí você fala: “Eu vou lhe dar o sorvete porque já percebi que você precisa muito dele, porque se você compreendesse realmente o que significa essa Pirâmide, você não a trocaria por […]

10 de Junho de 1981

Quanto tempo, quantas vezes, quanto espaço deverá ser ocupado por cada um até, afinal de contas, descobrir o real sentido da Vida? Quanto tempo as pessoas deverão ficar na tentativa do reconhecimento? Será que se conhecer novamente, ou reconhecer-se, é tão difícil assim? Será que as pessoas, com tudo que têm para ver, para ouvir, […]

5 de Junho de 1981

Essa é uma hora dedicada a um outro corpo, o corpo mental. Tudo o que somos advém de informações que, antes de chegarem ao corpo físico (isto é, antes de manifestarem-se pelas mãos, pela palavra, pela conduta, porque tudo isso que o corpo tridimensional faz é apenas um cumprimento de ordens que vêm de fora)… […]

29 de Maio de 1981

Bem no início da civilização, cultivavam o Eu Maior, o Eu que sabe o que é certo e o que é errado. É preciso Coragem para pôr em prática o certo. Do contrário, o conflito aparece. O que não deixa a parte certa, o Bem, manifestar-se é justamente a parte que constitui o eu menor, […]

24 de Maio de 1981

Após a apresentação da pianista Olga Tarlá Silva, no Centro Cultural PRÓ-VIDA. Eu acho que sei o que aconteceu no início. Eu acho que sei. Eu acho que no início não havia som. Os homens não podiam captar o som. Os homens não tinham células que conseguissem captar as vibrações sonoras. E o mundo todo […]

22 de Maio de 1981

Viajar serve para verificar como estão as coisas lá fora. O mundo está em crise. Todo mundo sangrando. Todos à procura de uma mesma coisa: Paz. Tentaram a Paz melhorando o meio: conseguiram um meio bem avançado. Tentaram fazer com que o homem fosse feliz pelo meio feliz. Mas erraram, porque o homem não é feliz. Então […]

21 de Maio de 1981

Na face da Terra todos têm oportunidade de brilhar pelos 7 raios, porque a luz, quando da sua plenitude, está no conjunto de brilho de 7. Mas 7 é apenas um número relativo ao nosso Plano. Existem outros raios que, quando se juntarem, darão um tipo de luz diferente da que existe aqui.   Portanto, […]

8 de Abril de 1981

OUTONO No outono, quando os frutos abandonam as árvores que lhes fizeram nascer, e jogam-se ao chão… No outono, quando as folhas verdes perdem o seu viço e param de alimentar, com seu metabolismo de néctar etéreo das radiações solares, a planta, e a abandonam… No outono, quando os pássaros migram para novas paragens, colocando […]

14 de Março de 1981

Nas experiências vividas no decorrer da vida, por vezes acontece uma que, com certeza, você já viveu e que denuncia a existência de algo além do corpo físico, material. Estamos falando daquela experiência em que as articulações são todas elaboradas por mecanismos cujas peças não se encontram no corpo físico. O próprio cérebro para de […]

4 de Março de 1981

Tudo o que acontece e que o deixa incontente, insatisfeito, é consequência, e é a parte que lhe cabe. É o que nós chamamos de merecimento. Merecimento! Quando você se conscientizar de que exatamente tudo, a sua própria vida, tudo o que acontece é só merecimento, quando isso entrar em você, vai haver uma mudança […]