Jornal Cruzeiro do Sul - Sorocaba - SP - 2 de maio de 2004


O presidente Carlos Corrá, ontem durante
a cerimônia de doação no Pró-Vida

Monteiro vai construir ginásio poliesportivo

A diretoria do Lar Escola Monteiro Lobato anunciou ontem o início da construção de um ginásio poliesportivo na unidade. A realização da obra foi confirmada ontem após o Lar Escola ter sido agraciado pela Central Geral do Dízimo do Instituto Pró-Vida, que arcará com a construção das estruturas pré-moldadas de concreto para o ginásio. O restante da obra será financiado com recursos da entidade. Além de Monteiro Lobato, outras 114 entidades sediadas em onze estados brasileiros e na Argentina também foram contempladas.

O anúncio das entidades assistidas beneficiadas foi feito em solenidade realizada no Clube de Campo do Pró-Vida, em Araçoiaba da Serra, a qual reuniu um público de aproximadamente 8.500 pessoas. A direção do Lar Escola Monteiro Lobato marcou presença no evento. Entre eles estava o presidente, Carlos Mingst Corrá, que comemorou o apoio recebido já que a construção das estruturas do futuro ginásio seria uma das etapas mais caras da obra.

Corrá adiantou que as obras serão iniciadas tão logo o Pró-Vida anuncie qual a empresa será encarregada de realizar a obra. "Eles não fazem doação em dinheiro e sim entregam os bens conforme a necessidade de cada entidade", explicou. Complementou que os alunos do Monteiro é quem têm a ganhar com o ginásio, pois a instituição terá mais um espaço para desenvolver novos projetos de integração do esporte no dia-a-dia dos estudantes.

Outras dez entidades da região também foram atendidas, sendo duas delas também com materiais de construção: Dispensário Irmã Sheila de Sorocaba e Nosso Lar São Vicente de Paulo (Boituva). Enquanto o Hospital Santa Lucinda (Sorocaba) e as Santas Casas de Pilar do Sul e Votorantim receberam equipamentos médicos, a Oficina Integração Céu Azul (Sorocaba), Instituto Nosso Lar (Itapetininga), Sociedade Unidos da Melhor Idade (Laranjal Paulista) e Unidades Vila Cavalho e Vila Santana da Associação Eduacacional e Beneficente Refúgio (Sorocaba) receberam equipamentos diversos.

Foram beneficiadas entidades que tiveram suas solicitações apresentadas na forma de um projeto apresentado previamente à entidade, o qual passou por aprovação do conselho administrativo do Pró-Vida. O valor total das benfeitorias concedidas não foi divulgado. As reivindicações das entidades serão custeadas a partir de doações anônimas e do pagamento do dízimo dos "alunos" do Pró-Vida, que contribuem com 10% dos seus ganhos, frisou o diretor Gustavo Gimenez. (Eduardo Santinon)

Site do Jornal